Caminhada
em grupo

Duração

4 Dias / 3 Noites

Limitado a

16 passageiros

INCLUI

Visita a Machu Picchu

TRILHA INCA CLASICO

4 Días / 3 Noches

No sul peruano, o Caminho Inca Clássico de 4 dias é uma das mais importantes atividades esportivas e de aventura, frequentada cada ano por milhares de visitantes, amantes de caminhadas, paisagens grandiosas e vivencias únicas, e cada vez mais preferem fazer esta experiência transformadora com WEA TRAVEL, porque sabem que podem contar com a nossa atenção personalizada e seguridade, para desfrutar cada passo no caminho, assim como a visita guiada de surpreendentes complexos arquitetônicos incaicos, até chegar à Cidade Sagrada de Machu Picchu, hoje, Maravilha do Mundo Moderno.

Durante a caminhada, Você terá oportunidades de observar uma variada biodiversidade, com mais de 250 espécies de orquídeas, numerosas espécies de aves, e, se tivermos sorte, avistaremos o famoso urso de óculos sul americano.

Por tanto, o Caminho Inca Clássico a Machu Picchu é uma aventura cultural e natural de primeiro nível, que Você tem que vivenciar, se vem ao Peru, e é fanátic@ de caminhadas com certo grau de dificuldade e desafio, mas, numa atmosfera humana positiva e harmoniosa. Assim que não perca esta fabulosa oportunidade, reservando o seu Caminho Inca, o mais antes possível, para assegurar as datas nas quais deseja fazer a caminhada.

Se tiver certeza de disponibilidade, proceda com a sua compra

$645.00

DIA 1: CUSCO – PISCACUCHO – LHAQTAPATA – HUAYLHABAMBA

Entre as 4h00 e 4h30 da manhã, o nosso veículo de transporte privado e pessoal de agência lhe recolherá no seu hotel, para realizar um suave recorrido sobre uma estrada asfaltada, até Piscacucho (2.700 m.a.n.m.); uma comunidade situada ao nível do Km. 82 da via férrea Cusco – Aguas Calientes (Machupicchu Pueblo), no ponto de partida do Caminho Inca. Assim que iniciaremos a nossa caminhada, cruzando a ponte sobre o Rio Urubamba, e caminhando pela sua ribeira esquerda, já que este último corre na direção do noroeste, ao longo do Vale Sagrado.

Seguindo o caminho por um terreno plano, chegaremos a Miskay (2.800 m.a.n.m.), para ascender e, finalmente, ver, desde a parte superior dum promontório, a impressionante Cidade Inca de Lhaqtapata (2.650 m.a.n.m.). Logo, seguiremos caminhando pelo vale criado pelo Rio Kusichaca, subindo gradualmente durante umas cinco horas, até alcançar a comunidade de Huaylhabamba (3.000 m.a.n.m.), onde armaremos o nosso primeiro acampamento. Ao longo do caminho, desfrutaremos espetaculares vistas da Cordilheira do Vilcanota, ao outro lado do Rio Urubamba, onde o estupendo Nevado La Verónica reina a 5.832 metros acima do nível do mar, sem mencionar a diversidade de flora e fauna silvestre que da para encontrar, no vale todo. (A J)

Distancia total:                                       12 km.
Tempo estimado de caminhada: 6 a 7 horas
Altitude máxima:                                                3.000 m.a.n.m.
Altitude no acampamento:                  3.000 m.a.n.m.

DIA 2: HUAYLHABAMBA – PASSO DE HUARMIHUANHUSCA – PACAYMAYO

Esta manhã, acordaremos pelas 6h00, e após o café da manhã, iniciaremos a parte mais difícil da caminhada, que consiste numa abrupta e escarpada subida que se espicha sobre 9 km. Durante esta subida, a paisagem cambia de serra a puna (Uma área seca e alta, com pouca vegetação). Em caminho ao primeiro passo de montanha; a Abra Huarmihuanhusca (4.200 m.a.n.m.), é possível que vejamos rebanhos de lhamas e alpacas domesticadas, pastando o “ichu” que é uma erva brava alta e uma das poucas plantas que crescem em abundancia, a tais Logo, cruzaremos uma área de bosque de nuvens que é o hábitat de numerosos tipos de aves, como o colibri, por exemplo, e duma muito diversificada flora, principalmente composta por orquídeas, bromeliáceas e samambaias, entre tantas outras espécies vegetais, e de fauna endémica, como o urso andino, também, chamado Urso de Óculos (Tremarctus Ornatus). Hoje, lhe aconselhamos abastecer a sua mochila pequena com barras de cereais, nozes e folhas de coca que manterão alto o seu nível de energia, e lhe ajudarão a superar o mal de altura (Soroche). Imediatamente após do passo, desceremos pelo Vale de Pacaymayo (3.600 m.a.n.m.), onde acamparemos, logo de 7 horas de caminhada, num acampamento seguro, designado pelo seu guia, desde o qual Você poderá admirar a beleza deste fértil vale andino, e da paisagem montanhosa que o rodea. (C A J)

Distancia total:                                        11 km.
Tempo estimado de caminhada: 6 a 8 horas.
Altitude máxima:                                               4.200 m.a.n.m.
Altitude no acampamento:                  3.500 m.a.n.m.

DIA 3: PACAYMAYO – COMPLEXO ARQUITETÔNICO INCA DE HUINHAY HUAYNA

Hoje será o dia mais longo, mas, também, o mais impressionante e interessante da caminhada, devido ao número de sítios arqueológicos e verdejantes áreas do bosque de nuvens, tão ricos em história, flora e fauna andina, que exploraremos. Logo, desde Pacaymayo, subiremos ao segundo passo de montanha, chamado Abra de Runkurakay (3.970 m.a.n.m.) e, a meio caminho, visitaremos o conjunto arqueológico inca que leva o mesmo nome, situado a 3.800 m.a.n.m., e consiste numa pequena construção ovalada que deve haver sido uma torre de vigilância.

Logo de ter cruzado o passo, desceremos até Yanacocha (Lagoa Preta), e entraremos no bosque de nuvens, para chegar a Sayacmarca (3.624 m.a.n.m.); um formoso complexo arquitetônico inca composto duma construção semicircular, recintos em diferentes níveis, ruas estreitas, fontes litúrgicas, pátios e canais de irrigação. Após esta visita, seguiremos uma subida fácil, para chegar ao terceiro passo de montanha,

conhecido como o Passo de Phuyupatamarca (3.700 m.a.n.m.). Ao longo desta subida, teremos a ocasião de apreciar a magnitude e o génio da engenharia e do trabalho manual dos incas, caminhando por sendeiros desprendidos, à metade, da montanha, e vendo como os nossos engenhosos ancestres preencheram quebradas, com rochas, em perfeito ordem, que permitem ao caminho cruzar os múltiplos níveis da tão acidentada geografia andina.

Mais tarde, passaremos por um túnel inca, para chegar ao passo de montanha já mencionado, logo do qual caminharemos em descida, até o complexo arquitetônico inca do mesmo nome; um dos mais completos e melhor preservados, no Caminho Inca a Machu Picchu. A sua situação na cima duma montanha, lhe vale o seu nome quéchua de Phuyupatamarca que significa “Lugar Alto Acima das Nuvens”. Desde ali, da para observar um sofisticado e sagrado complexo arquitetônico inca, composto de fontes de água, com sólidos alicerces, oferecendo impressionantes vistas panorâmicas, do Vale Sagrado dos Incas e do Rio Urubamba.

Depois, continuaremos a nossa caminhada pelos degraus pétreos que descem até Huinhay Huayna (2.650 m.a.n.m.); um esplendido complexo arquitetônico inca, composto dum sector agrícola, com numerosos terraços escalonados, um sector religioso, com os seus templos e “huacas” que são altares sagrados, dedicados ao culto a Divindades incas, e um sector urbano, perto do qual o nosso acampamento estará situado. Após ter visitado este maravilhoso sítio arqueológico, desfrutaremos uma boa ducha quente, uma massagem relaxante e a nossa janta de despedida, com a equipe de logística toda, no acampamento. ( C A J)

Distancia total:                                        16 km.
Tempo estimado de caminhada: 7 a 8 horas.
Altitude máxima:                                                3.900 m.a.n.m.
Altitude no acampamento:                  2.650 m.a.n.m.

DIA 4: HUINHAY HUAYNA – INTI PUNKU – MACHU PICCHU – AGUAS CALIENTES – CUSCO

No quarto e último dia desta inesquecível experiência, nos levantaremos às 4:h00 da manhã, para tomar o desjejum e sair do nosso acampamento, perto de Huinhay Huayna, subindo até Inti Punku ou Porta do Sol, em quéchua, numa hora de caminhada, por um caminho inca, pavimentado com lajes de pedras planas, que corre pelo borde de falésias, por paisagens de verdejante selva alta. Desde Inti Punku que é um fabuloso mirador panorâmico, teremos a deslumbrante oportunidade de contemplar um mágico amanhecer do Sol, sobre a Sagrada Cidade Inca de Machu Picchu.

Logo, desceremos até Machu Picchu e, 40 minutos depois, penetraremos na Cidade Perdida dos Incas, desde o ponto mais alto, perto da “Casa do Guardião”, para descer

ao posto de controle, onde nos registraremos e deixaremos as nossas mochilas, para imediatamente iniciar um tour guiado completo da Cidade Sagrada, que levará umas duas a três horas, logo do qual Você terá algum tempo livre, para explorar o sítio, pela sua conta, ou subir ao Cerro Huayna Picchu, por tanto que haja reservado esta atividade, com bastante antecipação, já que existe um limite de 400 tickets de acesso, por dia, y um custo adicional, para participar nesta atividade. O maravilhoso de estar na cima do Cerro Huayna Picchu ou do Cerro Machu Picchu é que Você pode apreciar espetaculares vistas da Cidade Inca de Machu Picchu toda, assim como de outros vales e de montanhas que a circundam. Se não, se Você o desejar, poderá visitar o Templo da Lua ou a impressionante Ponte Inca, ambos os quais estarão dentro do seu alcance.

Ao inicio da tarde, nos encontraremos no pequeno povoado pedestre de Aguas Calientes, para almoçar e, se Você o desejar, poderá se dar um breve passeio digestivo e relaxar nas águas mornas dos manantes locais, visitar o pequeno povoado, tomar alguma bebida exótica e refrescante ou fazer umas compras de último momento. Pelo fim da tarde, tomaremos o trem Expedition (Bronze e Prata) ou Vistadome (Ouro) até Olhantaytambo, onde abordaremos um bus de turismo (Bronze) ou transporte privado (Prata e Ouro), para regressar à cidade de Cusco, chegando à antiga capital inca, após o anoitecer, e finalizando o dia com um traslado ao seu hotel, num transporte privado (Prata e Ouro). ( C )

Distancia total:                                                    4 km.
Tempo estimado de caminhada: 2 horas.
Altitude máxima:                                                 2.700 m.a.n.m.
Altitude em Machu Picchu                                  2.400 m.a.n.m.